Quase

Eu todo dia quase desisto.
Não rola esse sentimento com todo mundo? Aquela falta de vontade para lutar pelo o que quer, pelo o que sonha.
A Gabriela de treze anos bem sabia sonhar. Sinto saudade daquela aura de empolgação inocente e juvenil de que tudo iria se realizar, por mais loucura que aparentasse ser, tamanha era a fé, que por algum momento eu realmente consegui ver tudo acontecer, por quê desandou?
Eu posso te explicar, a Gabriela, agora não mais com treze, mas com catorze anos, conheceu o medo, que não era exatamente  dela, havia sido apresentado por "amigos", e do nada ela começava a ver esse sentimento em todos os lugares.
Gabriela, por quê você deixou o medo entrar? Tu era tão livre, tão bela, tão alegre.
E agora como que em uma batalha perdida tento recuperar isso, mas...
... todo dia quase desisto




Nenhum comentário:

Postar um comentário